A criança quando entra no centro cirúrgico é prontamente encaminhada para sala de cirurgia, sob o olhar atento da equipe de enfermagem, do cirurgião, do médico-auxiliar, do anestesista e da instrumentadora cirúrgica. A criança quando entra no centro cirúrgico é prontamente encaminhada para sala de cirurgia, sob o olhar atento da equipe de enfermagem, do cirurgião, do médico-auxiliar, do anestesista e da instrumentadora cirúrgica.

A equipe procura oferecer tranqüilidade durante a preparação da anestesia com brincadeiras e muito papo.

Logo a criança respira oxigênio e anestésico por uma máscara e inicia-se a indução anestésica. Após esse momento a criança já não percebe estímulos dolorosos, então, é realizado o acesso venoso para a colocação de anestésico. A criança é intubada para proteger as vias aérea inferiores (pulmões) e oferecer oxigenação adequada.