ORL PEDIÁTRICA

 

Rinologia - A via adequada da respiração inicia pelo nariz. O nariz é responsável pelo preparo do ar que respiramos. Ele é a primeira barreira de defesa, a "porta de entrada" da nossa respiração. Suas estruturas internas, como os cornetos nasais são de extrema importância no preparo do ar que respiramos. Quando a criança apresenta qualquer doença que impeça ou dificulte a passagem de ar pelo nariz passa a utilizar a boca como via respiratória. Contudo nesse trajeto oral, o ar não sofre o tratamento adequado para atingir os pulmões, o que pode causar algumas doenças, além de favorecer alterações estruturais da arcada dentária e demais ossos da face.

 

Mãe aflita, criança com febre. Terminada a consulta, selado o diagnóstico.

O médico decide o medicamento ideal para o tratamento da doença, pega o receituário e ouve a seguinte pergunta: “Doutor, este remédio é muito ruim?”, ou “Será que tem alguma injeção que possa ser usada para substituir o xarope?”

 

Otorrinolaringologista Leonardo Sá explica como tratar o problema.

O ronco em crianças não é bonito ou engraçado. Deve ser tratado com atenção e seriedade por pais e médicos. Muitas vezes o fato da criança roncar é tratado com naturalidade, certas vezes atribuindo a situação a uma herança familiar - o pai também ronca, isso é coisa de família!!!

 

A chupeta, conhecida na língua inglesa como “pacifier” ou pacificadora, teve sua primeira apresentação moderna no início do século XIX. Contudo a utilização de diversos dispositivos com objetivo de acalmar as crianças não apresenta data de início.

 

Para notarmos a importância do sono nas nossas vidas basta lembramos das noites que por algum motivo não dormirmos bem. No dia seguinte estamos cansados, com menor poder de concentração e menor capacidade para realizarmos as tarefas do dia a dia. As crianças com sono agitado ou qualquer distúrbio do sono de caráter crônico sofrem com as conseqüências no dia a dia: cansaço, irritabilidade, distúrbios de crescimento, além da redução da capacidade de reter o aprendizado, com conseqüente queda no rendimento escolar.